Verdades Sinceras



Verdades sinceras...
Você pode sentir todo calor que existe no sol
É só olhar para os lados e veremos pessoas tristes...
Olhamos muito para o chão...
Sombras tristes...

E nós ainda sorrimos
Enquanto pessoas morrem, nós comemoramos
Preste mais atenção no mundo
Crianças sem pátria clamam um grão de arroz...

E ainda comemoramos o nascimento de Cristo
Seja mais realista, o mundo é uma bosta e você não faz nada para mudá-lo
Pátrias e fronteiras...
Servem apenas para segregar seres humanos
Coração de lata; - é assim que me sinto. – Se é que o tenho!

Falta dinheiro...
Mas todos estão sorrindo, menos os filhos da mentira...
Eles estão sentados no chão áspero aguardado nossa boa vontade para saciar a fome...
De quem é a culpa?

Não há desespero sem algozes...
Ele está do outro lado do espelho...
Olhe bem no fundo dos olhos dele...
Sinta vergonha
Sinta medo, a fome é algo desesperador - e você não faz nada para tentar mudar!
Sinta ódio de você, acenda mais um cigarro solte a fumaça hipócrita do desespero.
Sorrindo como uma hiena feliz

Nenhum comentário: