Ramones - Poison Heart

Composição: Dee Dee Ramone e Daniel Del Rey

No one ever thought this one would survive
Helpless child, gonna walk a drum beat behind
Lock you in a dream, never let you go
Never let you laugh or smile, not you.

Well, I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart
I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart.

Making friends with a homeless torn up man
He just kind of smiles, it really shakes me up.
There´s danger on every corner but I´m okay
Walking down the street trying to forget yesterday.

Well, I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart.
I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart,
a poison heart, a poison heart, a poison heart ... yeah!

You know that life really takes its toll
And a poet´s gut reaction is to search his very soul
So much damn confusion before my eyes,
But nothing seems to phase me and this one still survives.

I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart.
I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart,
Well, I just want to walk right out of this world,
´Cause everybody has a poison heart.
a poison heart, a poison heart, a poison heart.
a poison heart, a poison heart, a poison heart.

Andrea Doria

Legião Urbana


Às vezes parecia que, de tanto acreditar
Em tudo que achávamos tão certo,
Teríamos o mundo inteiro e até um pouco mais:
Faríamos floresta do deserto
E diamantes de pedaços de vidro.
Mas percebo agora
Que o teu sorriso
Vem diferente,
Quase parecendo te ferir.
Não queria te ver assim -
Quero a tua força como era antes.
O que tens é só teu
E de nada vale fugir
E não sentir mais nada.
Às vezes parecia que era só improvisar
E o mundo então seria um livro aberto,
Até chegar o dia em que tentamos ter demais,
Vendendo fácil o que não tinha preço.
Eu sei - é tudo sem sentido.
Quero ter alguém com quem conversar,
Alguém que depois não use o que eu disse
Contra mim.
Nada mais vai me ferir.
É que eu já me acostumei
Com a estrada errada que eu segui
E com a minha própria lei.
Tenho o que ficou
E tenho sorte até demais,
como sei que tens também...
Não controlo meus sentimentos, meus sentidos...

As vezes um olhar é mais que uma procura, vale mais que um afago; mas as palavras, essas chegam como a força de uma garoa no barranco em processo de erosão, vai acabando com o que restava...sorrateira e forte, chega com suavidade, mas, quando menos se espera são como torrentes - destruidoras.

NÃO!

Não beba

Não fume

Não cheire

Não corra

Não transe

Não durma...

O partido diz: Não!

O governo diz: Não!

Sua mãe diz: Não!

O pastor diz amém

E o padre também

Diz amém à sua miséria

Por que você não morre logo?

Não beije

Não toque

Não sinta

Não chupe

Não goze

Não tome meu esperma

Que tal um copo de suco?

Meados de 2000

É MAIS DIGNO SER UM MENDIGO QUE SER UM MILITAR!

O Estado pariu o mendigo
O mendigo vive a esmolar
O Estado pariu o militar
Para a burguesia ele guardar
O militar é explorado
E o mendigo mais ainda
O mendigo pede à elite
Mas o militar o extermina
O mendigo apanha
O militar é quem bate
E o Estado
Cada vez mais os abate.
Um pede outro toma
Um chora outro espanca
Um usa outro trafica
Ambas as mortes são esperadas
Pela minoria rica.
Chega de mentiras, autoridade, repressão, violência gratuita e sonhos.

"Amar a bandeira de um país é morrer por um pano pintado!”

Zine “Subversão”. Nº6, meados de 1998

Sentimental

Dica do dia

Que nós somos subjugados pelo nosso governo, isso todos nós já sabemos, certo? E por que diabos não fazemos PORRA nenhuma?

Então lá vai a dica.

Queimar e destruir....

O terrorismo é uma forma de sobrevivência. A destruição é necessária, o caos é necessário. Não me diga que não, caso contrário você será meu inimigo e aliado dos malditos fascistas do nosso querido governo.

O Governo oprime, mata, e ainda é bom, ou sou um retardado mental, ou não sei mais quais são os "valores" e significados das coisas...

A violência que vivemos hoje, que, na minha opinião é uma guerra civil engasgada (no âmago da população) e ocultada (com interesses financeiros de nossos politiqueiros) é apenas um filho pródigo da situação criada pelo sistema político. Ouvimos e assistimos reportagens onde perguntam: Como acabar com a violência? Um pseudo-especialista em criminalidade e um cientista social são chamados para dar explicações que não chegam a lugar algum.
Pergunta: Como acabar com a violência?
Resposta pergunta: Quem gera violência? O que gera violência?
Resposta: A fome! O desemprego! O arrocho salarial! A falta de educação letrada! Eu ficaria um dia ou mais citando, mas é a resposta mais objetiva e cabal é: O NOSSO MALDITO GOVERNO!

Então, de que lado você está? Quem cria impostos? Quem é responsável pela educação?

Você ainda se julga aliado do governo e realmente acredita na paz mundial? Acredita que sem violência contra nossos governantes chegaremos a algum lugar?

Esse é o caminho da educação brasileira

QUALQUER SEMELHANÇA COM NOSSA REALIDADE NÃO É FICÇÃO.


Eles (alunos) fingem que aprendem, a maioria (professores) finge que ensina. O Governo quer isso, todos nós sabemos, e ninguém faz nada. É cômodo, é fácil, é barato.

A população não sabe, não conhece e não faz questão de conhecer os seus direitos.
O Governo, sabe das suas obrigações, não as cumpre, e faz questão que a população não conheça os seus direitos, e nós professores somos o interlocutores, ou melhor (pior), as pessoas capacitadas para dirimir essa situação; mas nosso amável governo utiliza de métodos fascistas para oprimir a classe de professores que dependem da ração para sobreviver, resumindo, ninguém faz nem fará porra nenhuma, porque todos tem medo de ficar sem a ração nossa de cada dia, fazer o que? Nada! Ninguém vive sem ração.







































































No final, o resultado é esse.

Seria "Deus" o Mestre Dos Magos?














Arte: Angeli
_______________________________________________________

O cartunista Angeli retratou minha tese com muita sabedoria. Se "Deus" existe, é bom e o "Diabo" existe e é ruim, ora bolas, por que diabos existe tanto sofrimento no mundo?
Quando digo que somos marionetes, sou chamado de louco e ateu, mas, pensando com sabedoria e calma. Se não acredito e para mim é algo que não faz a menor diferença, então o ateismo é algo que não existe, estou certo ou sou mais algum louco niilista?