Socorro

Arnaldo Antunes

Socorro, nao estou sentindo
Nada
Nem medo, nem calor, nem fogo,
Nao vai dar mais pra chorar
Nem pra rir
Socorro, alguma alma, mesmo
Que penada,
Me empreste suas penas
Ja nao sinto amor nem dor,
Ja nao sinto nada
Socorro, alguem me de um
Coracao,
Que esse ja nao bate nem apanha
Por favor, uma emocao pequena,
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos, deve ter
Algum que sirva
Socorro, alguma rua que me
De sentido,
Em qualquer cruzamento,
Acostamento,
Encruzilhada,
Socorro, eu ja nao sinto nada
Socorro, nao estou sentindo
Nada
Nem medo, nem calor, nem fogo,
Nem vontade de chorar
Nem de rir
Socorro, alguma alma, mesmo
Que penada,
Me empreste suas penas
Ja nao sinto amor nem dor,
Ja nao sinto nada
Socorro, alguem me de um
Coracao,
Que esse ja nao bate nem apanha,
Por favor, uma emocao pequena,
Qualquer coisa
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos , deve ter
Algum que sirva
Qualquer coisa que se sinta,
Tem tantos sentimentos, deve ter
Algum que sirva

A ESPERANÇA










A Esperança não murcha, ela não cansa,

Também como ela não sucumbe a Crença.

Vão-se sonhos nas asas da Descrença,

Voltam sonhos nas asas da Esperança.

Muita gente infeliz

assim não pensa;

No entanto o mundo é uma ilusão completa,

E não é a Esperança por sentença

Este laço que ao mundo nos manieta?

Mocidade, portanto, ergue o teu grito,

Sirva-te a Crença de fanal bendito,

Salve-te a glória no futuro - avança!

E eu, que vivo atrelado ao desalento,

Também espero o fim do meu tormento,

Na voz da Morte a me bradar; descansa!

(Augusto dos Anjos)

Epitáfio

Quando eu crescer quero parar de chorar;
começar a sentir
- aprender respirar!

Não OLHE pra mim dessa forma;
Não SINTA pena de mim;
Não CHORE por mim!

Seu OLHar valE menos AGORA.
Sua voz soA como TEMPESTADE
QuerEndo derrubAr ÁRVOREs INDEFESAs;
Sozinhas, FORTEs e semprE SOLITÁRIAs!

SINTA o gostO do MEU FEDOR
Sinta O gosto do ÓDIO
A CHAMA que não ARDE
O AMOR que NÃO AMA;
O CHORO SEM LÁGRIMAS!

Professores ganham menos que domésticas!!!

Embora a notícia publicada na Folha de S. Paulo desvalorize a força de trabalho das domésticas, fazendo uma comparação extremamente liberal, leia até o final, pois, a questão não é saber qual qualificação possui mais ou menos importância na sociedade, sabendo que todos somos trabalhadores e merecemos respeito e que fique claro que um coletor de lixo não é menos importante que um médico.

___________________________________________________________________


É certo uma doméstica ganhar mais do que um professor?

O salário médio de uma empregada doméstica na cidade de São Paulo é de R$ 800, informa a Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas. É mais do que os R$ 615 pagos a uma professora iniciante da rede municipal, com uma carga horária de 20 horas. Se comparássemos com uma doméstica diarista, a diferença seria muito maior: sua média de rendimentos é de R$ 1.600 mensais.

O professor iniciante paulistano não pode, aliás, nem mesmo contar vantagem diante dos pedintes dos semáforos. Segundo estimativa da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, esse trabalhador tira, em média, R$ 25 por dia.
Com o rendimento inferior ao de uma empregada doméstica e quase empatado com o de um pedinte, entende-se por que os professores entraram em greve em São Paulo. O problema não é só dinheiro: eles vivem sob intenso estresse, devido às salas superlotadas, alunos indisciplinados e agressivos, além de serem vítimas das mais diversas formas de violência.

fonte:Folha de SP.

28/03/2006

Ensino público,um fracasso.

Indiretamente foi uma crítica ao governo Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), que incentivou os Estados a adotarem o sistema de ciclos, previsto na Lei de Diretrizes e Bases. Ao final da gestão FHC, cerca de 98% das crianças de 7 a 14 anos estavam matriculadas, mas 60% das que concluíam a 4ª série não sabiam ler.

"Há 10 milhões de crianças com mais de 14 anos que estão no ensino fundamental e não deveriam. Isso gera um custo de R$ 6,4 bilhões por ano, porque, quando o aluno repete, pagamos de novo para ele estudar. O pior é que essa reprovação em massa não está levando ao aprendizado", diz Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna.

FHC e LULA, dois genocidas da educação brasileira.

Socorro!!! Salvem o Brasil!!!!

!

Falta coragem para continuar!

Tem dias que acordo e não tenho vontade de sair da cama, e não é por aquela preguiça moribunda, mas por não sentir vontade de sair para o mundo. Os dias são tão curtos, cada vez mais curtos.

Ontem estava meditando sobre a morte; fiquei me imaginando morto, com todos os amigos falando de mim, das coisas que vivemos juntos, era como se eu estivesse vivendo isso, como se tivesse saído do meu corpo e viajado no tempo, sinceramente não fiquei triste, mas pensava: Não quero padres, não quero que ninguém fique rezando 300 vezes o ave Maria, o Pai nosso, essas coisas de praxe; não quero flores - fiquei imaginando em um epitáfio escrito por mim, onde as pessoas entenderão o significado da morte, ou passarão a meditar sobre ela também, perceber que ela nada mais é que acordar do sonho da vida, essas besteiras.

Falta medo para sobreviver!

O medo é a principal sensação para uma pessoa viver, para não cometer atos insanos contra o mundo, contra si próprio e essa é uma coisa que me preocupa.
Nos últimos tempos perdi coisas - pessoas, e essas perdas me levaram para um caminho nada estreito, um caminho sem direções, sem destinos, sem amores.
As pessoas não compreendem, são egoistas para tal coisa, elas só pensam nelas, não respeitam os espaços alheios, não respeitam as dores, os sentimentos.
Sou dono do meu destino, faço minha realidade, trilho minhas direções, se quero amar ou não, por isso que tenho medo de ter perdido o medo, pois, todos temos que ter uma razão, eu não tenho tantas razões assim, mesmo sendo uma pessoa extremamente racional. Portanto, como disse o poeta Raulzito: - Conserve seu medo!